Snoop Dogg gera polêmica com clipe no qual atira em Trump palhaço

15 de março de 2017 - 178 visualizações

trump-snoopdogg

‘Ninguém está lidando com o verdadeiro problema que é esse… um palhaço como presidente’, disse rapper sobre clipe de ‘Lavender’.

O Rapper americano Snoop Dogg foi criticado nesta terça-feira após ter lançado um videoclipe em que aparece atirando no presidente Donald Trump, representado como um palhaço.
“Sinto como se houvesse muita gente fazendo discos ‘cools’, se divertindo, indo a festas, mas ninguém está lidando com o verdadeiro problema que é esse… um palhaço como presidente”, declarou o rapper à revista “Billboard”.

A maioria dos atores que aparece no videoclipe “Lavender”, lançado na segunda-feira, está maquiado como um palhaço sinistro.

Um deles retrata Donald Trump, com seu característico cabelo loiro, pele bronzeada e uma longa gravata vermelha, em frente a um escritório que se assemelha ao gabinete presidencial da Casa Branca, chamada de “Casa do Palhaço” (“The Clown House”).

Não é Donald Trump… É o Ronald Klump

Identificado no clipe como Ronald Klump, o palhaço levanta as mãos como se fosse detido por Snoop Dogg, que dispara o tiro de uma arma por onde sai uma bandeirinha vermelha escrita “Bang”, recordando a estética dos quadrinhos.

O senador americano Marco Rubio, um dos poucos membros do Partido Republicano assumidamente fã do hip-hop, criticou o vídeo dizendo que “os presidentes foram assassinados neste país no passado”.

“Se isto for visto pela pessoa errada e [ela] ficar com essa ideia ruim, poderemos ter um problema real. Não sei o que Snoop estava pensando”, disse o senador da Flórida ao site de celebridades TMZ. Vários meios de comunicação conservadores criticaram o videoclipe.
Adaptado de uma música instrumental do grupo canadense BadBadNotGood, “Lavender” evoca também os abusos policiais contra os negros.


Deixe seu comentário

Aceito os termos e condições

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: não serão tolerados comentários ofensivos, que vão contra a lei ou que não tenham o remetente identificado. Dê sua opinião com responsabilidade.