Britânico é declarado culpado por planejar ataque terrorista a show de Justin Bieber

29 de novembro de 2017 - 81 visualizações

justin_bieber_sp_g1_fmoraes_0287

Um britânico branco de 17 anos foi julgado culpado de planejar um ataque terrorista inspirado no Estado Islâmico no País de Gales. Ele havia pesquisado a segurança nos arredores do local do show de Justin Bieber na cidade de Cardiff e foi preso em 30 de julho, dia da apresentação do cantor.

O nome do jovem não foi relevado pro causa de sua idade. Ao ser detido em sua casa, a polícia encontrou em sua mochila um martelo, uma faca e uma carta.

“Sou um soldado do Estado Islâmico. Ataquei Cardiff hoje porque seu governo continua bombardeando alvo na Síria e no Iraque. Haverá mais ataques no futuro”, dizia o bilhete.

O garoto ainda tinha escrito anotações sobre o ataque, como “atropelar os descrentes com um carro” e “ataque os infiéis que se opõem a Alá no pescoço”.

Ele foi declarado culpado de uma acusação de preparação de um ato terrorista, duas acusações de encorajar terrorismo, e outras duas de possuir informações terroristas. O tempo da sentença será determinada no dia 10 de janeiro de 2018.

O jovem negou as acusações. “Queria ver quão fácil era para pessoas que tinham interesse em terrorismo conseguirem informações oline, porque a polícia e o governo estão tentando derrubar o terrorismo e a radicalização. Queria ver se era possível, não pra mim, mas do ponto de vista de outra pessoa”, ele disse durante o julgamento.


Deixe seu comentário

Aceito os termos e condições

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: não serão tolerados comentários ofensivos, que vão contra a lei ou que não tenham o remetente identificado. Dê sua opinião com responsabilidade.