The Weeknd anuncia que não irá mais trabalhar com a H&M após foto publicitária considerada racista

10 de janeiro de 2018 - 128 visualizações

29675590584-2ee80c534b-k

O cantor The Weeknd se manifestou contra a empresa de moda Hennes et Mauritz (H&M) após foto publicitária considerada racista.

Em seu Twitter, o cantor se disse “envergonhado” e “profundamente ofendido” com a imagem. Na foto, um menino negro usa um casaco com a inscrição “O macaco mais legal da selva”.

“Acordei esta manhã chocado e envergonhado com essa foto. Estou profundamente ofendido e não trabalharei com a H&M nunca mais”, escreveu The Weeknd.
Em 2017, a empresa lançou uma linha de roupas em parceria com o cantor.

Segundo assegurou uma porta-voz da marca à AFP, “a imagem foi eliminada de todos os canais da H&M”. A foto da peça de roupa sozinha ainda pode ser vista na loja on-line. “Pedimos desculpas aos que puderam se sentir ofendidos”, acrescentou o grupo.


Deixe seu comentário

Aceito os termos e condições

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: não serão tolerados comentários ofensivos, que vão contra a lei ou que não tenham o remetente identificado. Dê sua opinião com responsabilidade.