Esporte

Suspenso, Kannemann não joga partida decisiva contra o Lanús na Argentina

24 de novembro de 2017

KANNEMANN-23-NOV-630x420

O Grêmio adquiriu a vantagem. Ontem, na Arena, venceu o Lanús por 1 a 0 e agora joga por qualquer empate na Argentina para conquistar o título da Libertadores.

A baixa para o segundo jogo é o zagueiro Kannemann. O defensor recebeu o terceiro cartão amarelo e deverá ser substituído por Bressan.

O resto do time deve ser o mesmo que esteve em campo na noite dessa quarta-feira, em Porto Alegre.

Para domingo, contra o Atlético-GO pelo Campeonato Brasileiro, a equipe será totalmente reserva.

O time principal ficará trabalhando para o confronto da volta pelas finais da Libertadores. A delegação tricolor viaja na segunda à noite para Buenos Aires para o duelo decisivo da competição.


Em jogo tenso, Cícero marca e Grêmio larga em vantagem na final da Libertadores

23 de novembro de 2017

Uma final de Libertadores não tem como o nervosismo e a tensão ficarem de fora. Na Arena, diante do seu público recorde no ano, 55.188 torcedores, Grêmio e Lanús protagonizaram o primeiro jogo da final da Conmebol Libertadores Bridgestone. Uma partida dramática, com dois pênaltis claros sonegados para o Tricolor, mas que terminou com a vitória por 1 a 0 sobre os visitantes, com gol de Cícero.

As duas equipes iniciaram a partida estudando uma a outra. Os argentinos vieram fechados, marcando muito bem e conseguiram levar perigo a meta gremista por algumas vezes – Marcelo Grohe fez duas grandes defesas, impedindo que o marcador fosse aberto pelos visitantes. O Grêmio tentou por meio de cruzamentos, mas todos pararam nas mãos de Arana. Por duas vezes, o Tricolor teve a chance de marcar, pegando a defesa argentina desprevenida, mas não teve sucesso.

Na etapa complementar o Tricolor iniciou superior. Logo aos 13 minutos, Bruno Cortez deu um belo chute a gol, só não entrou porque Arana desviou a escanteio. Renato fez sua primeira alteração, colocando Everton no lugar de Fernandinho. Aos 26′, Cícero ocupou a posição de Jailson e Jael aos 29′, a de Lucas Barrios.

Mas foi aos 37 minutos que a Arena enfim comemorou. Após um lançamento de Edilson, a bola caiu para Jael que tocou para Cícero. O meia desviou e mandou entre as pernas de Andrada, assinalando o primeiro gol gremista e único da partida.

O Tricolor viaja com a vantagem para a Buenos Aires, onde enfrenta na próxima quarta-feira, dia 29, a equipe argentina pelo segundo jogo.

Escalação: Marcelo Grohe, Edilson, Geromel, Kannemann, Bruno Cortez, Arthur, Jailson, Ramiro, Fernandinho, Luan e Lucas Barrios.

Banco: Paulo Victor, Léo Moura, Bressan, Michel, Cícero, Everton e Jael.

A arbitragem do jogo foi comandada por Julio Bascuñan, auxiliado por Carlos Astroza e Christian Schiemann. Jesús Valenzuela foi o árbitro de vídeo.


Grêmio encerra preparação para final da Libertadores contra o Lanús

22 de novembro de 2017

RENATO-21-NOV-630x420

Em treino fechado realizado na tarde dessa quarta-feira, Renato finalizou os últimos detalhes da preparação do Grêmio para o duelo diante do Lanús, na partida de ida das finais da Libertadores.

Na parte aberta aos jornalistas, os jogadores já realizavam um trabalho recreativo em um clima de descontração. Antes do fim da atividade, o comandante tricolor ainda orientou um trabalho de bola parada.

Sobre a formação, Renato mantém o mistério, mas a equipe deverá ser a mesma da partida com o São Paulo.

Edílson e Kannemann entram pendurados com dois cartões amarelos.

O Grêmio deve encarar o Lanús com: Marcelo Grohe, Edílson, Geromel, Kannemann e Cortez; Arthur, Jailson, Ramiro, Luan e Fernandinho; Barrios.


Em jogo que pode valer o título da série B, Damião desfalca o Inter

21 de novembro de 2017

DAMIÃO-20-NOV

Com a combinação de resultados da rodada do final de semana, o Inter chega para a última rodada da série B com chance de conquistar o título da competição.

O time colorado precisa vencer o Guarani sábado no Beira-Rio, e o América-MG não pode vencer o CRB em Belo Horizonte. Se isso acontecer, o Inter fica em primeiro na tabela.

Para a rodada derradeira da competição, Odair Hellmann não poderá contar com Leandro Damião. O atacante recebeu no jogo com o Goiás o terceiro cartão amarelo e por isso não poderá jogar.


Sem brilho, Inter fica no empate com o Oeste e garante vaga matemática à Série A

16 de novembro de 2017

A busca do Internacional na temporada de 2017 chegou ao fim na noite desta terça-feira. Ao empatar sem gols com o Oeste, na Arena Barueri, na Grande São Paulo, pela 36ª rodada da Série B do Brasileiro, o time gaúcho assegurou o desejado retorno para a elite do futebol nacional um ano após cair.

Na segunda colocação, a equipe colorada soma 65 pontos e não pode mais ser alcançada pelo quinto colocado, o Londrina, que tem 58. O Oeste também tem 58, mas ocupa a sexta colocação. A equipe ainda tem chances matemáticas de conseguir a inédita vaga na Série A.

O acesso colorado ocorreu faltando duas rodadas para o final da segunda divisão, mas esteve longe de ser tranquilo. O time foi comandando interinamente pelo técnico Odair Hellmann, uma vez que Guto Ferreira foi demitido após o jogo do último sábado (empate com o Vila Nova por 1 a 1, no Beira-Rio).

No mesmo dia os torcedores do Inter protestaram contra a diretoria e cobraram os jogadores. Algo que já tinha sido visto durante o primeiro turno.

O acesso nesta terça-feira, contudo, só não aconteceria em caso de derrota. Não é exagero afirmar que o Internacional jogou para empatar.

Apesar da aparente apatia por disputar a Série B, o time colorado ainda pode buscar o título da competição. O América-MG lidera com apenas dois pontos de diferença (67). Matematicamente é possível. Basta o rival mineiro perder um dos próximos dois jogos e a equipe de Porto Alegre vencer os próximos dois.

O foco do time gaúcho, contudo, é o planejamento da próxima temporada. A prioridade afora é definir o técnico. Os nomes favoritos são os de Roger Machado e Abel Braga. O primeiro está desempregado. Já o segundo está no Fluminense, mas não deve renovar o contrato.

O elenco também passará por mudanças, mas a diretoria mantém os passos que seguirá em segredo.

Por hora, a torcida quer mesmo comemorar o fim de uma temporada bem angustiante.

Fonte: Espn


Odair Hellmann orienta time do Inter na reta final da série B

14 de novembro de 2017

ODAIR-HELLMANN-13-NOV

Com a queda de Guto Ferreira após o empate com o Vila Nova no último sábado, o auxiliar do clube Odair Hellmann comanda o Inter nas três rodadas finais da série B. O treinador encaminhou na manhã dessa segunda-feira o time para o duelo com o Oeste, nesta terça, em Barueri.

Sem D’Alessandro, suspenso, e Damião, machucado, a equipe foi encaminhada com: Danilo Fernandes, Winck, Thales, Léo Ortiz e Uendel; Dourado, Edenílson, Gutiérrez, Camilo, Sasha e Pottker.

Um empate nesta terça diante do time paulista garante ao Inter de forma matemática o acesso à série A do futebol brasileiro.

Fora do campo, a direção trabalha com dois nomes para assumir o Colorado em 2018: Abel Braga e Roger Machado. A ideia do departamento de futebol é anunciar o novo profissional apenas depois do término da série B.


Carlos treina no time titular e pode substituir Damião contra o Vila Nova

10 de novembro de 2017

CARLOS-9-NOV

O atacante Carlos deve receber nova chance no time principal do Inter. O jogador apareceu na formação treinada por Guto Ferreira na manhã dessa quinta-feira, no CT Parque Gigante, na vaga de Damião.

O camisa 22 colorado, de novo, ficou dentro do vestiário realizando tratamento para tentar curar-se de dores musculares. O atleta passará por nova reavaliação nesta sexta, no entanto, são pequenas as chances de ter condição para o duelo com o Vila Nova.

Na defesa, Thales e Léo Ortiz devem formar a dupla defensiva. Cuesta fica fora por 15 dias com uma lesão na panturrilha esquerda, e Danilo Silva também apresenta problemas musculares e segue como dúvida para sábado.

O time testado na manhã de hoje teve: Danilo Fernandes, Winck, Léo Ortiz, Thales e Uendel; Dourado, Edenílson, Sasha, D’Alessandro, Pottker e Carlos (Damião).


Com reservas, Grêmio derrota Ponte Preta e continua sonhando com o título

9 de novembro de 2017

Os jogadores do Grêmio já afirmaram que enquanto houver chances matemáticas de título eles não vão desistir do Campeonato Brasileiro. Assim, mesmo com mais de meio time reserva, o triunfo por 1 a 0 contra a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, nesta quarta-feira, permite ao time continuar sonhando.

Os jogadores do Grêmio já afirmaram que enquanto houver chances matemáticas de título eles não vão desistir do Campeonato Brasileiro. Assim, mesmo com mais de meio time reserva, o triunfo por 1 a 0 contra a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, nesta quarta-feira, permite ao time continuar sonhando.

O Grêmio tem 57 pontos e está a cinco do Corinthians, líder da competição com 62 e um jogo a menos (enfrentaria o Atlético-PR a partir das 21h desta quarta-feira). Faltam cinco rodadas e o time gaúcho está no páreo, mesmo que em uma disputa para lá de complicada.

Vale citar que os únicos titulares do time gaúcho nesta noite foram Marcelo Grohe, Michel e Ramiro.

Quem tem o que lamentar é a Ponte Preta. Com a derrota, a equipe ocupa a antepenúltima colocação, com 35 pontos. A briga para fugir da zona de rebaixamento está bem equilibrada, o que significa que é possível escapar, mas o time precisar reagir rápido no torneio.

Precisando do resultado nesta quarta, a equipe campineira vacilou diante dos reservas do Grêmio. Aos 17 minutos do primeiro tempo, perdeu o volante Fernando Bob expulso. E o cartão vermelho foi justo. Ele deu uma solada na barriga de Ramiro durante uma disputa normal de bola.

A diferença numérica pesou para a Ponte Preta. O time teve de correr muito no primeiro tempo para evitar o gol do Grêmio. Acabou não sofrendo tanto porque a tática gremista era claramente jogar no contra-ataque. Ou seja, quando teve de propor o jogo ficou nítido a dificuldade.

Mas no segundo tempo não teve jeito. O Grêmio abriu o placar aos 4 minutos. Léo Moura cruzou a bola na área e Ramiro cabeceou no canto esquerdo para marcar o gol tricolor. A vantagem não fez bem ao time de Porto Alegre, que se acomodou com a vantagem.
A Ponte demorou, mas criou coragem para tentar mudar o panorama. Se atirou ao ataque e criou os melhores lances aos 31 e aos 37.

No primeiro, Thyere cabeceou a bola com “veneno” e Marcelo Grohe fez uma bela defesa. Depois Léo Gamalho finalizou sem goleiro, mas bateu fraco e Bressan salvou quase em cima da linha. Muitos torcedores lamentaram e a derrota parecia não ter mais jeito.
Das arquibancadas vieram gritos nada animadores: “Se a Ponte não ganhar o pau vai quebrar”.

Ao final não teve jeito mesmo: Grêmio 1 x 0 Ponte Preta, que fez em situação mais dramática.

Fonte: ESPN


Grêmio deve ter time misto contra a Ponte Preta

8 de novembro de 2017

RENATO-7-NOV-630x420

O time do Grêmio para o jogo de amanhã pelo Campeonato Brasileiro será conhecido apenas momentos antes da bola rolar.

Na manhã dessa terça-feira, Renato Portaluppi definiu a equipe em trabalho fechado no CT Luiz Carvalho.

O que é certo é que a formação não será com força máxima. Edílson, Geromel, Kannemann, Cortez, Arthur, Luan e Barrios alegaram algum tipo de problema e não viajam para Campinas.

Por isso, o time gremista deve ser misto para o jogo com a Ponte Preta.

Um provável Grêmio tem: Marcelo Grohe, Léo Moura, Bressan, Thyere e Marcelo Oliveira; Michel, Jailson, Fernandinho Ramiro, Everton e Jael.


Damião marca dois, mas Internacional vacila e fica só no empate com o Luverdense

7 de novembro de 2017

Precisando vencer para poder ficar a um triunfo do acesso à Serie A, o Internacional foi à Lucas do Rio Verde nesta segunda-feira, mas não teve vida fácil contra o Luverdense. Ficando duas vezes atrás no placar, os gaúchos precisaram fazer uma partida de recuperação e conseguiram um empate por 2 a 2.

Se havia um plano de jogo por parte do Internacional que envolvesse não sofrer gols, esta conjuntura mudou mesmo antes do minuto inicial de jogo. Logo no primeiro ataque do Luverdense, o lateral direito Aderlan arrancou até a linha de fundo e cruzou para o meio. A zaga do Inter tentou afastar, mas acabou mandando no pé de Alfredo, que pegou de primeira e abriu o placar.

O gol quase que instantâneo incomodou os visitantes, que se mandaram ao campo de ataque para tentar responder. Primeiro, D’Alessandro cruzou e Damião cabeceou exigindo ótima defesa de Diogo Silva. Depois, foi a vez de Pottker completar um levantamento do argentino e acertar o travessão do time verde.

O Inter seguiu pressionando, mas foi o Luverdense que quase ampliou. Aos 29, Rafael Ratão recebeu dentro da área e chutou firme para a defesa de Danilo Fernandes. No rebote, Alfredo teve uma grande chance para fazer o segundo, mas errou o peixinho e a bola saiu à esquerda da meta.

Se o Luverdense vacilou, o time colorado não. William Pottker desceu pela esquerda e enfiou cruzamento na cabeça de Damião. O camisa 22 testou para o chão, sem chances para Diogo Silva, e deixou tudo igual em Lucas do Rio Verde.

Na segunda etapa, os donos da casa mais uma vez foram mortais e contaram com outra falha da defesa colorada para voltar a vantagem ainda nos minutos iniciais. Paulinho cruzou da esquerda, a zaga não cortou e Douglas Baggio rolou para a chegada de Marcos Aurélio. O camisa 8 chegou pegando de primeira e acertou o canto de Danilo Fernandes.

Mas, desta vez, o Inter seria mais rápido em conseguir o empate, e de novo com Leandro Damião. O centroavante aproveitou um rebote dentro da grande área e venceu Diogo Silva, restaurando a igualdade no marcador.

Com o resultado, a equipe de Lucas do Rio Verde alcança os 40 pontos e deixa a zona de rebaixamento para a Série C. Já o Internacional permanece na liderança da Segunda Divisão, com 63 pontos.

No Inter, pela segunda partida consecutiva, o zagueiro Danilo Silva foi desfalque. Com isso, o jovem Léo Ortiz foi titular na defesa. Além dele, o argentino Victor Cuesta sentiu um desconforto muscular na panturrilha esquerda durante o aquecimento da equipe, e o garoto Thales foi o substituto.

Os próximos compromissos dos dois times serão pela 35ª rodada da Série B. Na sexta-feira, às 21h30 (de Brasília), o Luverdense enfrenta o Paraná, no estádio Durival Britto, em Curitiba (PR). O Internacional retorna a campo no sábado, às 16h30 (de Brasília), contra o Vila Nova, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

FICHA TÉCNICA:
LUVERDENSE 2 X 2 INTERNACIONAL

Local: Estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT)
Data: 6 de novembro de 2017, segunda-feira
Horário: 20h (horário de Brasília)
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Ailton Farias da Silva (SE)
GOLS: Luverdense: Alfredo, aos 57 segundos do primeiro tempo; Marcos Aurélio, aos 2 minutos do segundo tempo
Internacional: Leandro Damião, aos 33 minutos do primeiro tempo e aos 6 do segundo tempo
CARTÕES AMARELOS: Luverdense: Sérgio Motta Internacional: Edenílson, Claudio Winck, William Pottker

LUVERDENSE: Diogo Silva; Aderlan, Pablo, William e Paulinho; Ricardo, Marcos Aurélio (Alaor Júnior), Sérgio Motta (Guly), Douglas Baggio e Rafael Ratão (Cléo Silva); Alfredo. Técnico: Júnior Rocha

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Léo Ortiz, Thales e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenílson e D’Alessandro (Roberson); William Pottker, Leandro Damião (Nico López) e Eduardo Sasha (Camilo). Técnico: Guto Ferreira

Fonte: ESPN