Grêmio

Com reservas, Grêmio derrota Ponte Preta e continua sonhando com o título

9 de novembro de 2017

Os jogadores do Grêmio já afirmaram que enquanto houver chances matemáticas de título eles não vão desistir do Campeonato Brasileiro. Assim, mesmo com mais de meio time reserva, o triunfo por 1 a 0 contra a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, nesta quarta-feira, permite ao time continuar sonhando.

Os jogadores do Grêmio já afirmaram que enquanto houver chances matemáticas de título eles não vão desistir do Campeonato Brasileiro. Assim, mesmo com mais de meio time reserva, o triunfo por 1 a 0 contra a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, nesta quarta-feira, permite ao time continuar sonhando.

O Grêmio tem 57 pontos e está a cinco do Corinthians, líder da competição com 62 e um jogo a menos (enfrentaria o Atlético-PR a partir das 21h desta quarta-feira). Faltam cinco rodadas e o time gaúcho está no páreo, mesmo que em uma disputa para lá de complicada.

Vale citar que os únicos titulares do time gaúcho nesta noite foram Marcelo Grohe, Michel e Ramiro.

Quem tem o que lamentar é a Ponte Preta. Com a derrota, a equipe ocupa a antepenúltima colocação, com 35 pontos. A briga para fugir da zona de rebaixamento está bem equilibrada, o que significa que é possível escapar, mas o time precisar reagir rápido no torneio.

Precisando do resultado nesta quarta, a equipe campineira vacilou diante dos reservas do Grêmio. Aos 17 minutos do primeiro tempo, perdeu o volante Fernando Bob expulso. E o cartão vermelho foi justo. Ele deu uma solada na barriga de Ramiro durante uma disputa normal de bola.

A diferença numérica pesou para a Ponte Preta. O time teve de correr muito no primeiro tempo para evitar o gol do Grêmio. Acabou não sofrendo tanto porque a tática gremista era claramente jogar no contra-ataque. Ou seja, quando teve de propor o jogo ficou nítido a dificuldade.

Mas no segundo tempo não teve jeito. O Grêmio abriu o placar aos 4 minutos. Léo Moura cruzou a bola na área e Ramiro cabeceou no canto esquerdo para marcar o gol tricolor. A vantagem não fez bem ao time de Porto Alegre, que se acomodou com a vantagem.
A Ponte demorou, mas criou coragem para tentar mudar o panorama. Se atirou ao ataque e criou os melhores lances aos 31 e aos 37.

No primeiro, Thyere cabeceou a bola com “veneno” e Marcelo Grohe fez uma bela defesa. Depois Léo Gamalho finalizou sem goleiro, mas bateu fraco e Bressan salvou quase em cima da linha. Muitos torcedores lamentaram e a derrota parecia não ter mais jeito.
Das arquibancadas vieram gritos nada animadores: “Se a Ponte não ganhar o pau vai quebrar”.

Ao final não teve jeito mesmo: Grêmio 1 x 0 Ponte Preta, que fez em situação mais dramática.

Fonte: ESPN


Grêmio deve ter time misto contra a Ponte Preta

8 de novembro de 2017

RENATO-7-NOV-630x420

O time do Grêmio para o jogo de amanhã pelo Campeonato Brasileiro será conhecido apenas momentos antes da bola rolar.

Na manhã dessa terça-feira, Renato Portaluppi definiu a equipe em trabalho fechado no CT Luiz Carvalho.

O que é certo é que a formação não será com força máxima. Edílson, Geromel, Kannemann, Cortez, Arthur, Luan e Barrios alegaram algum tipo de problema e não viajam para Campinas.

Por isso, o time gremista deve ser misto para o jogo com a Ponte Preta.

Um provável Grêmio tem: Marcelo Grohe, Léo Moura, Bressan, Thyere e Marcelo Oliveira; Michel, Jailson, Fernandinho Ramiro, Everton e Jael.


Loco por Tri! Grêmio perde invencibilidade em casa, mas avança para sua 5ª final de Libertadores

3 de novembro de 2017

O Grêmio perdeu a invencibilidade em sua Arena na Copa Libertadores, mas dificilmente você encontrará um torcedor tricolor chateado. Isso porque o time assegurou a vaga na final do torneio mesmo com o revés por 1 a 0 para o Barcelona, do Equador, na noite desta quarta-feira.

A equipe brasileira jogou com a vantagem de ter vencido o primeiro duelo da semifinal por 3 a 0, em Guayaquil. Ou seja, podia empatar ou perder por até dois gols de diferença em Porto Alegre que ainda seria finalista. Vale ressaltar que o time brigou pelo empate até o fim.

Até o duelo desta noite, eram cinco jogos na Arena, com cinco vitórias – três na fase de grupos, uma nas oitavas e outra nas quartas de final.

O gol que tirou a invencibilidade do time foi marcado pelo atacante Jonathan Álvez, o algoz de Palmeiras e Santos nas fases anteriores.

Agora o Grêmio jogará sua quinta final de Libertadores – tem dois títulos. O adversário será o Lanús, da Argentina, que jogará a decisão pela primeira vez.

As finais estão marcadas para os dias 22 e 29 de novembro. A primeira partida será em Porto Alegre. Já o confronto derradeiro será na Argentina.

Visitantes indigestos

O início do jogo deixou bem claro a proposta do Grêmio: administrar a vantagem obtida no Equador, sem levar sustos.

Ocorre que o time tricolor não demonstrou a mesma pegada do jogo anterior. Em alguns momentos, deixou o ritmo cair demais. E em outros ficou esperando o Barcelona no campo de defesa, claramente pensando em um contra-ataque mortal.

O time equatoriano, por sua vez, não foi um adversário que se importou com a desvantagem. Jogou no seu limite e assustou os gremistas.

Mas o primeiro bom lance ofensivo foi do time da casa. Ocorreu aos 19 minutos do primeiro tempo. No lance, Fernandinho lançou a bola na área, Mena rebateu e Luan aproveitou o rebote. Chutou com força e Banguera fez boa defesa.

Aos 22, o Barcelona respondeu. Oyola cobrou escanteio fechado, Díaz dominou e bateu no gol, mas a bola explodiu em Jaílson. Aos 30, Caicedo fez boa jogada individual, invadiu a área e bateu rasteiro. A bola ficou nas mãos de Marcelo Grohe.

Três minutos depois aconteceu o gol do Barcelona. No lance, Caicedo fez bela jogada individual, invadiu a área e cruzou rasteiro. Após confusão na área, a bola sobrou para Jonathan Álvez, que finalizou para o fundo do gol.

Jogo perigoso

A vantagem do Barcelona acordou o Grêmio, que subiu a marcação e começou a pressionar. O rival não se intimidou e buscou o segundo gol.

Aos 10 da segunda etapa, Esterilla recebeu bola na entrada da área, bateu rasteiro e a bola explodiu na trave. O estádio ficou em silêncio.

O Grêmio quase empatou aos 18. Luan fez cruzamento rasteiro, a bola passou na frente de Éverton e Cícero, mas ninguém finalizou.

Aos 22, Cícero recebeu belo passe de Arthur, o camisa 27 invadiu a área e bateu rasteiro. A bola foi nas mãos de Banguera.

As melhores chances gremistas foram aos 29 e aos 33. A primeira terminou na trave após Jael desviar de cabeça. Depois, Edílson cruzou rasteiro para área, mas a bola bateu em Arreaga e foi para fora.

Agenda

O Grêmio volta a se concentrar no Campeonato Brasileiro nos próximos dias. No domingo, o time enfrentará o Flamengo, na Arena gremista, em Porto Alegre, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time tem 51 pontos e está a oito do Corinthians, líder.

Ficha técnica

GRÊMIO 0 X 1 BARCELONA-EQU

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 1º de novembro de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Assistentes: Carlos Astroza (CHI) e Christian Schiemann (CHI)
Cartões amarelos: Grêmio: Edílson, Walter Kannemann. Barcelona-EQU: Esterilla, Arreaga, Oyola, Velasco
Público: 54.128 (51.065 pagantes)
Renda: R$ 3.370.918,00
Gol: Barcelona-EQU: Jonatan Álvez, aos 32 minutos do primeiro tempo

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Walter Kannemann e Bruno Cortez; Arthur, Jailson, Ramiro (Michel), Luan e Fernandinho (Everton); Cícero (Jael). Técnico: Renato Portaluppi

BARCELONA-EQU: Banguera; Pedro Velasco, Xavier Arreaga, Jefferson Mena e Beder Caicedo; Osvaldo Minda, Oyola, Ely Esterilla (José Ayovi) e Marcos Caicedo (Ercik Castillo); Damián Díaz (Ariel)e Jonatan Álvez. Técnico: Guillermo Almada

Fonte: Espn


Rumo ao Tri! Grêmio atropela Barcelona no Equador e põe um pé na final da Libertadores

26 de outubro de 2017

O carrasco de brasileiros, desta vez, foi a vítima. Com uma atuação gigante, o Grêmio calou o Estádio Monumental Isidro Romero Carbo e venceu o Barcelona-EQU em Guyaquil por 3 a 0, nesta quarta-feira, encaminhando a classificação à decisão da Copa Libertadores.

Agora, para voltar à final do torneio continental depois de dez anos e continuar sonhando com o terceiro título, o clube gaúcho poderá perder por até dois gols em sua casa. A equipe que avançar irá decidir a taça com o ganhador entre River Plate e Lanús. No primeiro confronto,o River triunfou por 1 a 0 em seus domínios.

O Grêmio receberá o time equatoriano em sua arena já na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília). Antes disso, a equipe visitará o Avaí na Ressacada, no domingo, às 19h, pelo Campeonato Brasileiro.

Luan e Edílson comandam

Em meio a um começo de jogo bastante agitado, os seis primeiros minutos registraram duas chances dos equatorianos e uma dos gaúchos. No lance seguinte de perigo, saiu o gol dos visitantes. Aos 7min, Cortez driblou marcador na esquerda e tocou para Luan, que chutou com desvio para vencer Banguera.

Os equatorianos até tentaram sair para o ataque, mas logo levariam outro duro golpe. Aos 20min, Edílson aproveitou barreira mal formada pelo goleiro adversário, cobrou falta baixo e com força e estufou a rede.

Os donos da casa sentiram o golpe, e o Estádio Monumental Isidro Romero Carbo ficou em choque. Assim, os brasileiros não tiveram muito trabalho em manter a vantagem até o intervalo.

Grohe SURREAL

Os equatorianos voltaram para a etapa final com as entradas de Ayoví e Caicedo nas vagas de Esterilla e Vera, e com uma postura ofensiva. Com 1min, Díaz tentou fazer de calcanhar e parou em Grohe. O goleiro gremista voltaria a aparecer aos 3min com uma defesa espetacular. Ariel soltou uma pancada a poucos metros do gol, e o arqueiro voou para fazer milagre.

Luan e Edílson comandam – parte 2

O time da casa parecia ter recuperado o ânimo. Só não esperava que seria vítima novamente dos protagonistas da noite. Aos 6min, Edílson recebeu de Luan, escapou de marcador e acionou o atacante, que completou para o fundo da rede, marcando o terceiro.

O Barcelona até ficou mais com a bola e teve mais volume de jogo no decorrer do confronto, mas foi tranquilamente controlado pelos visitantes, que levam para Porto Alegre uma vantagem gigante. E que ainda poderia ser maior, já que na parte final do confronto, os mandantes baixaram a guarda de vez e viram o adversário levar perigo. Como esperança para os equatorianos, fica o fato de terem arrancado a classificação de brasileiros fora de casa nas outras fases. Desta vez, no entanto, a situação é bem delicada.

FICHA TÉCNICA

BARCELONA-EQU 0 x 3 GRÊMIO

Local: Estádio Monumental de Guayaquil, em Guaiaquil (EQU)
Data: 25 de outubro de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Néstor Pitana (Argentina)
Assistentes: Hernan Maidana (Argentina) e Juan Pablo Belatti (Argentina)
Cartões amarelos: Beder Caicedo (Barcelona-EQU), Barrios (Grêmio)
Gols: GRÊMIO: Luan, aos 7, e Edílson, aos 20 minutos do primeiro tempo; Luan, aos 6 minutos do segundo tempo

BARCELONA-EQU: Banguera; Velasco, Luis Caicedo, Arreaga, Beder Caicedo; Minda, Oyola, Esterilla (José Ayoví) e Díaz; Vera (Marcos Caicedo) e Ariel (Erick Castillo). Técnico: Guillermo Almada

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson (Léo Moura), Pedro Geromel, Walter Kannemann e Bruno Cortez; Arthur, Jailson (Michel), Ramiro, Luan e Fernandinho; Lucas Barrios (Cícero). Técnico: Renato Gaúcho

Fonte:Espn


Cícero pode estrear pelo Grêmio diante do Barcelona

25 de outubro de 2017

CÍCERO-24-OUT-630x420

Contratado para ser um possível substituto para Luan, que esteve durante quase dois meses lesionado, o meia Cícero pode fazer sua estreia pelo Grêmio na partida desta quarta contra o Barcelona, no Equador.

O jogador, que não tem condição legal de atuar pelo Brasileiro, foi inscrito na Libertadores e está em Guayaquil com a delegação tricolor para o primeiro duelo da fase semifinal da competição.

O jogador, que trabalhou com Renato Portaluppi no Fluminense, pode atuar como volante ou como meia.

Quanto ao time paro o duelo de amanhã, Renato deve mandar a campo o que tem de melhor. Com as voltas de Michel e Luan, a escalação deve ter: Marcelo Grohe, Edílson, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Arthur, Ramiro, Luan e Fernandinho; Barrios.


Grêmio pode ter time completo para duelo contra o Barcelona pela Libertadores

24 de outubro de 2017

MICHEL-23-OUT-630x420

A delegação gremista já está Guayaquil para o primeiro duelo da fase semifinal da Libertadores diante do Barcelona, na próxima quarta-feira.

No final da tarde dessa segunda-feira, o Tricolor realiza a primeira das duas atividades que serão comandadas por Renato Portaluppi em solo equatoriano.

Para quarta-feira, o técnico tricolor deve ter a oportunidade de escalar o melhor time possível. No jogo de ontem diante do Palmeiras pelo Brasileiro, o volante Michel foi a principal notícia para a comissão técnica.

O jogador está recuperado de uma artroscopia e deve começar contra os equatorianos. Luan também esteve em campo na derrota por 3 a 1 para acelerar seu ritmo de jogo.

O provável Grêmio para o enfrentamento com o Barcelona deve ter: Marcelo Grohe, Edílson, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Arthur, Ramiro, Luan e Fernandinho; Barrios.


Na volta de Luan, Grêmio bate na trave e empata contra o Corinthians no Itaquerão

19 de outubro de 2017

Muita expectativa, pouco futebol. E tudo igual na ‘final’ desta quarta-feira do Campeonato Brasileiro. Em Itaquera, Corinthians e Grêmio não conseguiram sair de um 0 a 0.

O resultado, claro, é um pouco melhor para o Corinthians. Afinal, líder e vice-líder seguem separados por nove pontos na tabela de classificação, mas agora com mais nove jogos em disputa.

Mas também não é um resultado a ser comemorado. Afinal de contas, o Santos pode cortar a desvantagem para sete pontos se vencer o Sport nesta quinta-feira em Recife. E até o Palmeiras, que recebe a Ponte Preta, pode voltar de vez para a briga, cortando a diferença para nove.

O Grêmio lamenta mais por saber da dificuldade que terá pela frente, com o afunilamento da Libertadores – começa a disputar as semifinais na semana que vem, contra o Barcelona-EQU.

Antes, o time gaúcho ainda tem outro confronto direto pelo Brasileirão: recebe o Palmeiras, no próximo domingo.

O Corinthians só entra em campo na segunda-feira, quando visita o Botafogo.

O jogo

Os primeiros minutos de partida até deram impressão de que seria um grande duelo, mesmo sem chances claríssimas, mas com muita disputa.

Aos 8, Rodriguinho assustou em um chute de longe. Três minutos depois, o Grêmio respondeu com uma grande chance. Após passe de Luan, Edilson apareceu no meio da área, mas, pressionado pela marcação, pegou mal na bola e acabou chutando fraco para a defesa de Cássio.

O Corinthians ainda reclamou de um pênalti em cruzamento de Arana interceptado por Geromal. O time alvinegro queria toque de mão, mas o juiz mandou o jogo seguir, com razão.

Aos 25, a melhor chance corintiana. Após cobrança de falta de Jadson, Jô ganhou a disputa pelo alto e cabeceou para o gol, mas errou o alvo e acabou mandando pelo lado.

Depois, disso, o jogo esfriou completamente.

O Grêmio tentava em chutes de longe, mas Cássio estava seguro no gol. Já o Corinthians deixava a bola com o rival, mas não conseguia acertar o contra-ataque para criar perigo.

A etapa final foi de ainda menos chances de gol, mas ao menos teve uma grande emoção.

Aos 35, Edilson cobrou falta pela esquerda, quase pela linha de fundo. Ele bateu direto, surpreendeu a todos e só não marcou porque parou no travessão.

Fonte: Espn


Grêmio é derrotado na Arena e Cruzeiro assume a vice-liderança do Brasileirão

13 de outubro de 2017

37613778162_6888fa7373_o-1068x712

O Cruzeiro, pelo menos momentaneamente, é o vice-líder do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, a equipe mineira visitou o Grêmio em Porto Alegre e derrotou o adversário pelo placar de 1 a 0. Rafael Sóbis foi o autor do gol do confronto na Arena do Grêmio. O jogo foi válido pela 27ª rodada do Brasileirão.

O duelo representou uma reedição da semifinal da Copa do Brasil. E novamente o Cruzeiro levou a melhor sobre os gaúchos. Aos 24 minutos do segundo tempo, Thiago Neves deu grande passe para Rafael Sóbis, que recebeu na área e tocou na saída de Marcelo Grohe. Belo gol do Cruzeiro.

Com o resultado positivo fora de casa, o Cruzeiro chega aos 47 pontos na tabela, assumindo provisoriamente o segundo lugar. O Corinthians lidera com 58 pontos. Já o Santos, terceiro colocado com 47 pontos, tem dois jogos a menos em relação ao time de Mano Menezes. O Grêmio permanece com 46 pontos, caindo para o quarto lugar.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Grêmio visita o Coritiba, no domingo. O Cruzeiro só volta a campo pelo Brasileirão no dia 18, quarta-feira, fora de casa, também diante do Coritiba.

Fonte: Espn


Douglas tem lesão confirmada pelo DM do Grêmio e passará por nova cirurgia no joelho

6 de outubro de 2017

douglas_alta

Douglas precisará de mais tempo para retornar aos gramados. Há quase 8 meses parado, desde a cirurgia no mês de fevereiro realizada em virtude do rompimento do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, o meia sofreu mais uma lesão. Na manhã de hoje, após se queixar de fortes dores para o Departamento Médico do Grêmio, foi feito um exame de imagem, no qual, se constatou problema no enxerto do ligamento.

Confira a nota divulgada pelo Grêmio:

“O meia Douglas voltou a sentir dor no joelho operado, agora com sinais de instabilidade. Exame de ressonância mostrou lesão do enxerto do ligamento e o atleta passará por nova cirurgia. O procedimento deverá ocorrer no início da próxima semana e será conduzido pelos médicos do Grêmio Márcio Bolzoni e Felipe do Canto.”


Novo reforço gremista, meia Cícero fica à disposição para jogos da Libertadores

5 de outubro de 2017

cícero-29-set-696x448

Novo reforço gremista, o meia Cícero já realiza treinamentos no clube e será uma alternativa nova para Renato Portaluppi nos jogos da Libertadores contra o Barcelona, pela semifinal da competição. O jogador não poderá mais atuar no Campeonato Brasileiro deste ano, pois completou mais de seis partidas pelo Tricolor paulista.

Cícero, de 33 anos, foi anunciado ontem como reforço e firmou compromisso com o Grêmio até o final de 2017 com possibilidade de prorrogação até dezembro de 2018.

Ficha técnica
Nome: Cícero Santos
Posição: Meia
Nascimento: 26/08/1984 (33 anos)
Local: Castelo (ES)
Clubes: Tombense/MG, Bahia /BA, Figueirense/SC, Fluminense/RJ, Hertha Berlin (Alemanha), Wolfsburg (Alemanha), São Paulo/SP, Santos/SP e Al-Gharafa (Catar)
Títulos: Campeonato Catarinense (2006), Copa do Brasil (2007), Superclássico das Américas (2011), Primeira Liga (2016) e Floripa Cup (2017)