Papos de Mulher

Internautas não sabem lidar com as habilidades de Rodrigo Hibert

20 de julho de 2017

rodrigo_hilbert_-_quem_faz

O apresentador Rodrigo Hilbert que também é modelo, e marido da gaúcha fernanda ima, causou polêmica aos divulgar uma foro em seu Facebook. O apresentador do programa ‘Tempero de Família’ publicou uma foto da construção de uma casa ao pé da árvore para seus filhos.

Na sequencia, um morador de Fortaleza, no Ceará, causou burburinho nas redes sociais publicando uma carta aberta ao artista, pedindo para que ele “pare” e declando que Rodrigo “está lhe atrapalhando”.

Raphael PH Santos é mais um representante de um grupo de homens que acredita que as habilidades demonstradas por Hilbert configuram uma concorrência desleal.

Polêmicas à parte, há algum tempo homens vem fazendo piada com o fato de Rodrigo ser um ‘faz tudo’ e ainda ser bonito, achando que ele está atrapalhando quem não tem tantos atributos físicos, culinários e outras mil coisas.

Mas, no programa da GNT, ele fez questão de rejeitar o rótulo e apenas destacar o trabalho de mulheres que lhe deram exemplo. Ele contou que foi criado em uma família na qual os homens tinham tarefas domésticas.

Fonte: Catraca Livre / Extra


Holanda inova e cria escudo específico para a seleção feminina

19 de julho de 2017

141728006721207

A seleção feminina da Holanda abriu no domingo a Euro-2017 contra a Noruega com uma novidade: o brasão da confederação local, um leão, foi substituído por uma leoa nas camisas para as mulheres. A ação foi pensada por uma agência da Nike.

A ação representa pela primeira vez em em mais de 45 anos que o escudo holandês sofre uma mudança. O uso de uma leoa é um incentivo à prática esportiva para mulheres e chega na primeira vez que o país recebe a Euro feminina.

Imagem: https://conteudo.imguol.com.br/blogs/169/files/2017/07/3.png

Fonte: Globo


Brasil é um dos países mais violentos para as mulheres

18 de julho de 2017

brasil-um-dos-paises-com-maior-taxa-de-violencia-contra-a-mulher_1111671

Prestes a completar 11 anos, a Lei Maria da Penha trouxe avanços na punição dos brasileiros que cometem violência doméstica. O problema é que, passada uma década desde que penas mais severas foram definidas para esses casos, o Brasil continua entre os países com as maiores taxas de assassinatos de mulheres (feminicídios).

No último levantamento feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre violência contra a mulheres no mundo, em 2013, o Brasil ocupava a 5ª posição entre 83 países. A taxa média mundial foi de dois assassinatos para cada grupo de 100 mil mulheres. O Brasil apresentava taxa de 4,8.
Já em 2015, o Mapa da Violência, que detalhou as circunstâncias de mortes das brasileiras, mostrou que em 10 anos, entre 2003 e 2013, o número de mulheres negras assassinadas no país cresceu 54%, subindo de 1.864 para 2.875 casos. Ao mesmo tempo, o total de crimes contra mulheres brancas caiu de 1.747 para 1.576 (uma redução de 9,8%).
A pesquisa mostrou ainda que, de todos os casos de feminicídio registrados em 2013, em 33,2% das ocorrências os assassinos eram parceiros ou ex-parceiros das vítimas.

Fonte: www.metropoles.com


Pantalas: nova técnica conquista as gaúchas

14 de julho de 2017

estetica-excellence-pantala-massage-foto-02

A pantala é uma técnica diferenciada de lipomodelagem do contorno corporal, que realiza manobras de massagem com pantalas.

As pantalas são madeiras especiais, para utilização manual, com formato anatômico que auxilia na modelagem corporal, no tratamento para celulite, gordura localizada, flacidez, além de ser um excelente instrumento para massagens relaxantes e terapêuticas.

As massagens realizadas com as pantalas variam de intensidade ou pressão conforme a finalidade do procedimento. No procedimento são usados ativos cosméticos específicos para a técnica, para para melhor resultado nos tratamentos estéticos.

A massagem pode ser realizada duas vezes por semana e tem excelentes resultados quando associada a outras terapias estéticas.

Contraindicações:

Flebite (inflamação nas veias);
Cardiopatias descompensadas;
Tumores malignos;
Dermatites (acne, furúnculos, ulceração e feridas);
Após refeições pesadas.

Benefícios:

Melhoramento de Circulação
Ativação do sistema linfático
Modelagem Corporal
Diminuição da flacidez tissular
Redução de celulite

Fonte: Massoterapeuta Daia Buza


Valesca Popozuda muda letra da canção ”Beijinho no Ombro” em nome do feminismo

13 de julho de 2017

valesca_popozuda

Acabar com a rivalidade entre as mulheres desarticula um dos maiores trunfos do patriarcado na sociedade. O grande sucesso da carreira da cantora Valesca Popozuda, ‘Beijinho no Ombro’, trata justamente do assunto.

A artista anunciou a mudança da letra da música na plataforma brasileira WME. A música tornou se um hino de proteção e acolhimento entre mulheres.

Ao invés de incentivar a competição entre mulheres em um país com um dos maiores números de feminicídios do mundo, Valesca usa sua influência para que as mulheres se unam para lutar por seus direitos e até por sua sobrevivência (se preciso for).

A nova letra foi lançada junto com a plataforma ‘Plano de Menina #JuntasArrasamos’ uma parceria da Seda com a jornalista Viviane Duarte, destinada a empoderar garotas de comunidades carentes com um conjunto de ações que reforçam a importância da sororidade.

Veja abaixo a nova letra completa:
‘Desejo a todas as amigas vida longa,
Unidas vamos conquistar ainda mais vitórias
E vamos em frente, parceria é nossa onda
Sem intriga, sem kaô, amiga colabora
A gente junta não precisa de escudo
Voa mais alto, agora as minas “tão” com tudo
No camarote tem lugar para você
Sem essa disputa é bem melhor você vai ver.
Sororidade aqui é a palavra chave
Keep calm… vou explicar pra quem não sabe.
Sororidade é respeito e união…
Entre as mulheres… quem tá nessa sai do chão!
Beijinho no ombro agora é coisa do passado!
Tamo arrasando! Vamos juntas lado a lado!
Beijinho no ombro eu mando pra competição
Tamo arrasando! O bonde faz assim com a mão’

Fonte: www.hypeness.com.br

Nova letra Beijinho no Ombro:


Karol Conka fala abertamente sobre sexo oral feminino no lança clipe ‘Lalá’

12 de julho de 2017

karol-conka

A rapper Karol Conka volta a tocar em assuntos do universo feminino em seu novo single. Lançada na última semana, a canção “Lalá” aborda a intimidade do sexo oral do ponto de vista das mulheres e alfineta os homens: “Não sabe a diferença de um clitóris para um ovário”, canta Karol.

A artista explica que foram várias ideias coletivas que mostram o universo feminino de uma maneira doce e ao mesmo tempo divertida. A intenção é passar a mensagem quebrando o tabu de maneira informativa e criativa.

O vídeo, com produção da Paranoid, e direção de Vera Egito e Camila Cornelsen, mostra homens realizando movimentos em frutas e flores, numa referência lúdica a como as mulheres gostam de receber o sexo oral.

“A sexualidade feminina ainda é muito pouco debatida. As mulheres foram criadas para ter vergonha de falar do próprio desejo”, comentou Vera Egito.

Confira o clipe: https://www.youtube.com/watch?v=1nWUBom5bfg

Fonte:oglobo.globo.com


“A Força do Querer”: Ivana será humilhada por roupas masculinas

11 de julho de 2017

ivana-2

A personagem Ivana, interpretada por Carol Duarte, passará por uma transformação nos próximos capítulos da novela “A Força do Querer”. A irmã de Ruy (Fiuk) sairá de casa vestida com roupas masculinas(calças largas e boné) como parte de sua mudança de gênero mas levará uma bronca da mãe.

Ivana é aquela personagem de “A Força do Querer”, novela das 21h da Globo, que está chamando a atenção cada dia mais. Uma das cenas mais marcantes talvez tenha sido, quando a personagem conta para a psicóloga que não sente que o seu corpo represente quem ela é, e pergunta se a profissional acha que ela seja gay.

O primeiro ponto que precisa ficar claro sobre Ivana é que a sua questão não envolve a sexualidade. É uma situação muito mais profunda, porque ela não se identifica no próprio corpo. Ela olha no espelho, vê um corpo de mulher e não sente representada por aquele corpo. É um conflito de identidade.

Ivana é transexual. Isso significa que ela nasceu com o corpo de mulher, mas se identifica como homem. Parece muito mais complicado do que é verdade, mas a mente de Ivana pensa uma coisa, e o corpo dela mostra outra.

O sofrimento da personagem é totalmente justificável por isso. Não tem nada a ver com atração física – ela gostar de homens ou mulheres não influencia na forma como ela se vê e se identifica como pessoa.

Fonte: www.metropoles.com


Projeto de lei quer mostrar imagens de fetos às vítimas de estupro

6 de julho de 2017

b69ecdb9-4ae2-41b5-b3c3-37b3d7e2818b

Com o objetivo de esclarecer sobre “os riscos e as consequências do aborto às gestantes vítimas de estupro”, o projeto de Lei 1.465/2013 pretende fazer o uso de imagens de fetos, mês a mês, para “orientar” sobre consequências “físicas e psíquicas” do aborto.

O PL foi enviado para sanção do governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) na segunda-feira 26, e deve ser sancionado ou vetado no prazo de 21 dias.

Proposto em 2013 pela deputada Celina Leão (PDT), o PL foi aprovado na Câmara Legislativa do Distrito Federal em primeiro e segundo turno e teve a redação final também aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

O texto da lei determina que unidades de saúde, públicas ou privadas, quando autorizadas a realizarem o aborto decorrente de estupro, apresentem um “programa de orientação” que informe sobre os métodos e consequências da interrupção da gestação.

De acordo com o Código Penal de 1940, basta a palavra da mulher para que o aborto seja realizado, ou seja, não é preciso a apresentação de qualquer documento, nem mesmo que a mulher relate o crime à polícia para que seja feito o procedimento.

Segundo a norma técnica da Atenção Humanizada ao Abortamento, a mulher vítima deve receber atendimentos médicos, psíquicos e de assistência social no momento em que chega às unidades de saúde por considerar esta um trauma “físico, emocional e social”.

O descumprimento da lei poderá acarretar multas de 10 mil reais às unidades de saúde.

Fonte: www.cartacapital.com.br


Simone Gutierrez fala de musical sobre Liza Minelli e da boa forma

5 de julho de 2017

simonej

Simone Gutierrez, que participa do “Xilindró” e do “Treme treme”, no Multishow, ensaia para o monólogo musical “Liz e eu”, de Cacau Hygino, com direção de Eduardo Berton.

Além dos ensaios para a peça, que terá uma única apresentação no dia 17 de agosto no Teatro Porto Seguro, em São Paulo, a atriz mantém um canal no YouTube, “Comer, malhar e amar”, em que fala sobre emagrecimento. Depois de descobrir um problema na tireoide, Simone mudou os hábitos e perdeu 46 quilos em cerca de dois anos.

Simone também é dona de uma loja de roupas plus size, com tamanhos até o 60:

Sempre gostei de me arrumar. E, antes de emagrecer, achava um absurdo as roupas serem sempre largas.

Fonte: Globo


Alemanha legaliza o casamento entre pessoas do mesmo sexo

4 de julho de 2017

xGERMANY-POLITICS-GAY-MARRIAGE-HOMOSEXUALITY-PARLIAMENT.jpg.pagespeed.ic.aOU1hrJTWK

O Parlamento da Alemanha aprovou um projeto de lei que legaliza o casamento entre pessoas do mesmo sexo, apesar do voto contrário da chanceler Angela Merkel. O texto estabelece que a partir de agora o matrimônio pode acontecer entre “duas pessoas de sexo diferente ou do mesmo sexo”.

A Alemanha se unirá assim aos 20 países ocidentais, entre eles 13 europeus, que já legalizaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Berlim aprovou em 2001 uma união civil que concede os mesmos direitos que o casamento, com exceção de algumas vantagens fiscais ou no que diz respeito à adoção.

Crise no governo

A nova lei, que precisa ser ratificada pela Câmara Alta do Parlamento para entrar em vigor, o que deve acontecer até o fim do ano, concederá aos casais homossexuais o direito à adoção.
A opinião pública alemã apoia o casamento entre pessoas do mesmo sexo (75% dos alemães são favoráveis, assim como 73% do eleitorado de Merkel, segundo uma pesquisa recente), mas a mudança da chanceler no início da semana tem motivação sobretudo política.

Fonte: G1